Decorreu no dia 20 de março a Assembleia Geral Extraordinária da Federação Académica de Lisboa, com o objetivo de discutir o Livro Negro do Ensino Superior