História

A Federação Académica de Lisboa, fundada a 20 de Novembro de 2014, é composta por várias Associações de Estudantes do Ensino Superior Universitário e Politécnico, representando indirectamente cerca de 40.000 estudantes de diversas instituições da Área Metropolitana de Lisboa.

Nascida da vontade de constituir uma verdadeira alternativa política em Lisboa, a FAL foi materializada por um grupo de dirigentes associativos no dia 20 de Novembro de 2014.

A Assembleia Constituinte da Federação Académica de Lisboa teve lugar no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa e contou com representantes de todas as instituições de Ensino, bem como de entidades culturais, desportivas e políticas.

Comissão Instaladora

André Pereira

ISCTE-IUL

Licenciado e Pós-Graduado em Sociologia pelo ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, frequenta atualmente o Mestrado em Sociologia na mesma instituição. Ao longo do seu percurso académico publicou vários artigos científicos, nomeadamente nas temáticas de Educação e Classes Sociais. Na Qualidade de Vice-Presidente da Associação de Estudantes, Vice-Presidente do Conselho Pedagógico e membro do Senado contribuiu, de forma ativa, para posicionar as questões relativas à política educativa e quotidiano da comunidade estudantil como prioritárias na agenda do ISCTE-IUL.

Pedro Sereno

IST

Estudante no Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente do Instituto Superior Técnico, é Presidente da Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST) desde Junho de 2013. Ao longo do seu percurso académico já foi membro da Direcção da Associação Desportiva do Ensino Superior de Lisboa (ADESL), Presidente do Núcleo de Estudantes de Engenharia do Ambiente do IST, encontrando-se agora no segundo mandato enquanto conselheiro geral da Federação Académica para a Informação e Representação Externa (FAIRE).

Pedro Roque

FA

Após a conclusão do Ensino Secundário com média de 18 valores, ingressou no curso de Mestrado Integrado em Arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa (antiga Universidade Técnica de Lisboa), onde se está a especializar em Arquitectura. Logo no primeiro ano, ingressou no CIAUD – Centro de Investigação em Arquitectura, Urbanismo e Design, onde participou em diversos projectos. Faz parte da ArquitecTuna – Tuna da FA-UL, onde toca guitarra. Está neste momento a fazer o segundo mandato como Presidente da AEFA – Associação de Estudantes da Faculdade de Arquitectura, e o primeiro como Conselheiro de Escola da FA. É também Conselheiro Geral da FAIRE, Federação Académica para a Informação e Representação Externa, e Senador da Universidade de Lisboa. Tenciona iniciar um Doutoramento na área do Urbanismo.

André Jorge

ISEG

A concluir a licenciatura em Economia no ISEG, Instituto Superior de Economia e Gestão, frequenta actualmente o mestrado em Economia Monetária e Financeira na mesma instituição. Desde cedo envolvido no mundo associativo, conta com experiências e participacões enquanto dirigente ao nível cultural, recreativo, político e estudantil. No seu terceiro mandato enquanto dirigente associativo da AE ISEG acumula funções de Coordenador do Departamento de Política Educativa e Vice-Presidente onde, para além de assegurar a representação externa, partilha responsabilidades ao nível da administração e gestão financeira da organização. O seu percurso recente é também marcado pela fundação e direção da publicação 1911.

André Sousa

ISEG

Frequenta atualmente o 3º ano na licenciatura de Economia no Instituto Superior de Economia e Gestão. Integrou a Direção da AE ISEG por dois anos na qualidade de coordenador do Departamento de Marketing, ocupando atualmente o cargo de Presidente do Conselho Fiscal. Ao longo do seu mandato impulsionou uma renovação de imagem e comunicação da associação, além da contribuição para a realização de grandes eventos da AEISEG. Na sua localidade de origem, Golpilheira, é membro ativo na assembleia da Junta de Freguesia na defesa dos interesses dos seus conterrâneos.

Teresa Nóbrega

FCM

Frequenta o 5º ano de Medicina na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa. Faz voluntariado de forma continuada desde 2006 e desde aí participou numa Missão de Voluntariado Internacional dinamizando Campos de Férias e formações de Educação para a Saúde e Desenvolvimento Sustentável. Durante a sua passagem pela AEFCML coordenou a área de Acção Social, integrou a Comissão Organizadora, contribuindo para a fundação do Projecto Saúde Porta a Porta no mandato 2012/2013 e presidiu à Associação no mandato de 2013/2014.

Frederica Mouro

FMH

Estudante de Reabilitação Psicomotora na Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, interessa-se pelo associativismo desde o Ensino Básico. Ingressou no departamento cultural da AEFMH em 2013 e ocupa o cargo de Secretária-Geral desde o início de 2014. É voluntária na Academia Equestre João Cardiga, instituição onde já estagiou, e integra o projeto ‘Convívio Lúdico", que intervém a nível terapêutico com seniores, fruto de uma parceria da AEFMH e da Associação Meninos e Graúdos.

João Frederico Branco

FCT

Licenciado em Engenharia Informática pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, encontra-se atualmente a finalizar o mestrado em Engenharia Industrial na mesma instituição. Paralelamente ao seu percurso académico foi membro do Conselho de Praxe e integrou o Conselho Pedagógico e o Conselho de Faculdade da FCT, tendo sido Presidente da AEFCT no mandato de 2014. Actualmente é Presidente da Federação Académica para a Informação e Representação Externa (FAIRE) e Secretário da Mesa de Assembleia-Geral da Federação Académica do Desporto Universitário (FADU).

Tânia Lourenço

ISA

Licenciada em Arquitectura Paisagista pelo ISA – Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa; frequenta actualmente o Mestrado em Arquitectura Paisagista na mesma Instituição. Pertenceu à Direcção da AEISA – Associação dos Estudantes do Instituto Superior de Agronomia, entre 2011 e 2014, tendo ocupado o cargo de Presidente no mandato de 2013/2014. A par com a sua experiência associativa, foi ainda membro do Conselho Pedagógico do ISA e atualmente é Senadora da Universidade de Lisboa.


Com sede na cidade de Lisboa, a FAL assumiu-se desde o primeiro dia como uma estrutura política, cultural e desportiva, representativa da maior academia do país – ramificada em cinco concelhos, nomeadamente Lisboa, Almada, Oeiras, Cascais e Loures. A concertação entre as várias associações de Estudantes, sem nunca prejudicar a autonomia de cada uma delas, foi assumida desde a sua fundação como uma prioridade absoluta, particularmente no contexto económico e social conturbado em que a estrutura surgiu. Através do contacto privilegiado com as diferentes Associações de Estudantes, a Federação Académica de Lisboa trabalha em prol da melhoria constante do Ensino Superior nas suas várias vertentes, bem como da construção de uma sociedade mais interessada e informada que permita aos jovens decidir o seu futuro com sucesso e determinação. A sede da FAL situa-se actualmente no Pólo Universitário da Ajuda, nas instalações da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa sitas na Rua Sá Nogueira. Embora jovem, a Federação Académica de Lisboa assume diariamente o compromisso de dinamizar a vida académica, salvaguardar os interesses dos estudantes e promover actividades culturais e desportivas. Pode-se afirmar que, sem sombra de dúvida, no dia 20 de Novembro de 2014 a Academia de Lisboa mudou…

…para Melhor.