MENSAGEM DO PRESIDENTE

A Federação Académica de Lisboa nasceu da vontade de estruturas diversas e multidisciplinares como via para modificar o paradigma representativo do movimento estudantil da capital. Representa hoje diversas Associações de Estudantes com áreas de atividade distintas, contando, porém, com uma construção ideológica única: a valorização da pluralidade da academia lisboeta. Associações centenárias, com ligações históricas aos seus estudantes e à maior cidade do país. O caminho traçado por todos nós visa a potenciação e alargamento dos âmbitos de influência dos seus associados e da própria estrutura, visa a continua representação dos interesses estudantis, na sua defesa e fomento dos interesses comuns.

A Federação pauta-se pela ambição de desenvolver uma Academia plural, materializada num movimento associativo unido em torno de um projeto disruptivo, inovador no âmbito, na ação e na influência tanto a nível regional como nacional. Somos pelo conhecimento, pelo Ensino Superior, por Lisboa. Afirmamo-nos por uma política educativa abrangente, debatida, escrutinada por todos os intervenientes diretos e indiretos da Federação Académica de Lisboa. Dizemos sim à proximidade às associações e aos mais de 60 000 estudantes que as mesmas representam, procuramos questionar e construir respostas para os problemas que afetam a frequência neste mecanismo de desenvolvimento para o nosso país: o Ensino Superior. Adicionalmente, fomentamos a ligação às restantes estruturas representativas dos estudantes e às instituições de ensino superior, procurando alargar convergências de acordo com os nossos princípios, os princípios dos nossos associados.

Através de cinco áreas core, nomeadamente Política, Desporto, Responsabilidade Social Cultura, e Recreação, a FAL assume-se como baluarte e instrumento potenciador e promotor na maior academia do país priorizando a defesa de um Ensino Superior mais justo e inclusivo, a ambição de um Desporto Universitário alargado no âmbito formal e não formal, uma Responsabilidade Social que dê resposta às dificuldades da comunidade, Cultura e Recreação que colida com as expectativas de quem representamos. Representamos, por isso, enquanto Comunidade estudantil, uma força motriz do desenvolvimento dos jovens e de Portugal, pois, na realidade, a “Academia está mudar”.

Lisboa, novembro de 2017

O Presidente da Federação Académica de Lisboa

João Rodrigues