ENDA Viana do Castelo 2017

O movimento associativo estudantil deve ser um espelho de democracia, integridade e tolerância. O respeito pela liberdade, coletiva e individual, é a pedra basilar de uma sociedade e das suas organizações, não podendo ser posto em causa por aqueles que têm a responsabilidade de erguer a sua voz por milhares de estudantes de todo o país. A Federação Académica de Lisboa exerce esse exemplo, todos os dias, em representação de mais de 65 mil estudantes e não aceita por parte dos seus pares outro comportamento que não seja de tolerância e respeito pelos valores da liberdade.
As ações verificadas no último Encontro Nacional de Direções Associativas (ENDA), que teve lugar em Viana do Castelo nos dias 10 e 11 de Junho de 2017, são inqualificáveis. A exortação de comentários e posturas machistas e sectárias, lançados sob a cortina do anonimato, não deveria ter lugar num espaço de democracia, discussão política e melhoria das condições dos estudantes do Ensino Superior. É, portanto, urgente rever o funcionamento deste tipo de fóruns e reafirmar os valores que levaram à sua criação denunciando sempre e sem qualquer reserva este tipo de acontecimentos.
Não obstante a generalização, frequentemente injusta, que questiona a idoneidade de todo o movimento associativo, importa reforçar “há sempre alguém que resiste, há sempre alguém que diz não”. A Federação Académica de Lisboa e as demais associações subscritoras, tal como o fizeram este fim-de-semana, assumem o compromisso de combater ativamente a desconstrução de caráter e ausência de princípios presente ainda em vários sectores da nossa sociedade, dos quais o movimento associativo não é exceção.
O respeito pela liberdade individual não é facultativo e o seu incumprimento não tem lugar numa sociedade plural e de direito. A Federação Académica de Lisboa convida todos os dirigentes associativos do país a combater a intolerância e o sectarismo com todas as ferramentas ao seu dispor até que o valor das ideias e propostas de cada um não seja definido pela sua proveniência, género, cor ou religião.
Lisboa, 13 de junho de 2017
Subscritores:
FAL - Federação Académica de Lisboa
AEESEL - Associação de Estudantes da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
AEESELx - Associação de Estudantes da Escola Superior de Educação de Lisboa
AEFA - Associação de Estudantes da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa
AEFCM - Associação de Estudantes da NOVA Medical School | Faculdade de Ciências Médicas
AEFCT - Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa
AEFFUL - Associação dos Estudantes da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa
AEFMH - Associação dos Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana
AEISA - Associação dos Estudantes do Instituto Superior de Agronomia
AEISCTE - IUL - Associação de Estudantes do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa
AEISEG - Associação de Estudantes do Instituto Superior de Economia e Gestão
AEIST - Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico